Aventura | Cavalgada Travessia dos andes
10 dias

Rota “Vale dos Patos”

Travessia dos Andes a cavalo – Lado Argentino

Passagem “Valle Hermoso” pelo Vale dos Patos

Cavalgada de San Martín 2016

Esta expedição nos convida a descobrir um caminho cheio de história. Vamos fazer a mesma rota usada pelo General Don José de San Martín para experimentar na própria pele esta magnífica epopéia. Cativado pela imensidão da cordilheira, recorreremos paisagens únicas atingindo uma altura máxima de 4500 metros.


Andean Crossing 10 ´days

DATAS DE SAÍDAS

    Cavalgada de San Martín 2016
  • Duração: 10 dias / 9 noites (8 dias nas montanhas: 7 dias a cavalo + 1 dia de descanso no Vale dos Patos no sexto dia)
  • 11 de fevereiro a 20 de fevereiro
  • Mínimo de 08 pessoas

Serviços inclídos

  • Traslado de Mendoza / Las Hornillas (ponto de partida da cavalgada).
  • Traslado Las Hornillas /Uspallata.
  • Traslado Uspallata /cidade de Mendoza.
  • 1 noite de alojamento em um hotel em Vale de Uspallata (última noite) com o jantar de despedida, sem bebidas.
  • 8 noites de hospedagem em barracas (iglu para duas ou três pessoas).
  • Todas as refeições com bebidas durante o programa de cavalgada.
  • Equipamento de montaria completo.
  • Guia instrutor profissional; cavaleiros e arreadores permanentemente.
  • Cavalos mansos com selas.
  • Transporte da bagagem pessoal em mulas (até 10 kg por pessoa).
  • Alforjes.
  • Kit de primeiros socorros.
  • Telefone via satélite para emergências (não incluindo ligações pessoais).

Serviços não inclídos

  • Saco de dormir.
  • Equipamento pessoal (vestuário, roupas, etc.).
  • Refeições não especificadas no programa.
  • Bebidas em restaurantes.
  • Despesas pessoais tais como telefonemas, gorjetas, lavanderia, etc.
  • Todos os custos decorrentes do abandono do programa antes do término.
  • Despesas com resgate.
  • Custos médicos e de evacuação da área.
  • Seguro ou assistência médica.

Itinerário

Dia anterior à excursão
Você precisará ficar em Mendoza para a verificação do equipamento. Sugerimos adicionar esta noite de alojamento ao pacote, desta forma nós nos encarregamos de realizar a reserva.


Dia 1: Mendoza / Las Hornillas
Partimos da cidade de Mendoza em veículo privado para o "Vale de Uspallata" e depois para "Barreal". A viagem percorre o circuito de cordilheira que nos permite chegar ao coração dos Andes pela estrada internacional para o Chile. Durante o traslado passaremos por Potrerillos, Valle de Uspallata, Pampa del Leoncito e pela região de "Barreal", chegando a "Las Hornillas"; paragem localizada na base da Cordilheira Frontal (Álvarez Condarco, província de San Juan). Jantar: "Churrasco" de boas vindas, com saladas e vinho tinto. Noite em barracas. Distância: Mendoza – Las Hornillas 350 km aproximadamente ao norte de Mendoza. Tempo de viagem de carro: 7 horas aproximadamente. Altitude: Las Hornillas 1920 metros.

Dia 2: Las Hornillas / El Peñón (primeiro dia de cavalgada)
Na paragem Las Hornillas estarão os arreadores com os cavalos prontos. Iremos arrumar a carga e o equipamento que serão transportados pelas mulas. Assim começa o primeiro dia de viagem em direção aos picos mais altos dos Andes. Chegada ao acampamento "El Peñon". Nesta noite nós acamparemos perto de um bonito e frio córrego, com correntes fortes e cachoeiras. Jantar e pernoite em barracas. Tempo de percurso: 5 horas aproximadamente. Altitude: El Peñon 2900 metros.


Dia 3: El Peñón / Vegas del Yeso
O sol do terceiro dia inicia a jornada mais intensa da expedição. Nós seguiremos ao lado de um desfiladeiro através do qual desce o caudaloso rio Las Leñas. Após o almoço, continuaremos nossa viagem e o caminho se torna cada vez mais rochoso, atravessando o mesmo rio várias vezes. Cavalos entram no rio sobre pedras escorregadias com uma incrível facilidade. Transitando pelo Cordón del Espinacito, passaremos por um grande cume da montanha para chegar à passagem em 4500 metros de altitude. De repente, do outro lado, um vale grande e imponente aparecerá com cores lindas e deslumbrantes. Desceremos para o próximo acampamento, onde encontramos bom pasto para os cavalos. A noite cai e as chamas quentes de uma fogueira nos abrigarão, enquanto o guia preparará um prato delicioso e energizante. Tempo de cavalgada: aproximadamente 8 horas. Altitude: 3350 metros.


Dia 4: Vegas del Yeso / Valle de Los Patos
A cavalgada continua no dia seguinte. A montanha mais alta das Américas, o cerro Aconcágua (6962 metros), se faz presente diante da admiração dos espectadores. Então, atravessando os cerros de Yeso, chegaremos ao imponente "Valle de los Patos", onde montaremos o acampamento, ao longo do rio homônimo, perto do Refúgio da Gendarmería Nacional "Ingeniero Sardinas" (Exército argentino). Este vale, magnífico por seu tamanho e pastos verdejantes, foi definido como um dos vales mais bonitos do mundo; onde a tranquilidade, o silêncio e o clima ameno tornam o lugar ideal para descansar depois da agitada cavalgada. O tempo de cavalgada: aprox. 5 h. Altitude: Valle de Los Patos 2650 metros.


Dia 5: Valle de Los Patos / Limite internacional / Valle de Los Patos
A cavalgada continua sua trajetória em direção ao vale do rio Volcán, de onde se pode desfrutar de uma vista única do cerro Aconcágua. Depois de quatro dias de cavalgada, nos aproximamos da fronteira com o Chile (limite argentino-chileno). De lá, olhando para trás poderemos ver um grande vale cercado por montanhas nevadas; para frente, paisagens exuberantes com pastagens verdejantes e floridas, cortadas por rios caudalosos. Voltaremos ao acampamento, jantaremos e descansaremos. Tempo de cavalgada: 8 horas aprox. Altitude: Limite Argentina / Chile - Paso Valle Hermoso 3500 metros.


Dia 6: Valle de Los Patos / Dia de Descanso
O sexto dia é reservado para uma pausa relaxante. Faremos caminhadas para um reconhecimento da flora e fauna do entorno, leitura de mapas e cartas topográficas. Essas atividades serão conduzidas pelo guia da expedição. Indo rio acima, com apenas um anzol e chumbada, chegaremos a um lugar onde encontraremos trutas prontas para serem pescadas. Com sorte poderemos pescar um bom número delas para preparar o jantar.


Dia 7: Valle de Los Patos / Rancho de Lata
Do Vale dos Patos iniciaremos o regresso, retornando para os altos picos andinos. Passaremos a noite no acampamento "Rancho de Lata". Tempo de cavalgada: 5 horas aprox. Altitude: Rancho de Lata 3300 metros.


Dia 8: Rancho de Lata / Manantiales (último acampamento)
Mais uma vez nos aventuraremos pelas grandes encostas dos Andes, atingindo 4300 metros, passando pela "Paso de la Honda." Esse lugar de beleza inigualável, parece tocar o céu com as mãos, rodeado por uma paisagem deslumbrante e infinitas cores. Cavalos, com passos firmes e seguros, atravessam blocos de neve e descem pelas encostas das montanhas íngremes. Tempo de cavalgada: 8 horas aprox. Altitude: Manantiales 2600 metros.


Dia 9: Manantiales / Las Hornillas / Valle de Uspallata
Último dia de cavalgada. Logo depois do café-da-manhã, satisfeito com esta incrível jornada retomaremos as últimas quatro horas de cavalgada até encontrarmos o veículo que levará o grupo para o vilarejo de "Barreal" e, em seguida, ao Valle de Uspallata. Em um agradável hotel de montanha faremos nosso jantar de despedida. Alojamento no hotel (habitações duplas).


Dia 10: Uspallata / Mendoza
Retorno em veículo particular para a cidade de Mendoza e final de uma das mais emocionantes aventuras que nos proporciona a Cordilheira dos Andes. Duração da viagem de carro: 3 horas aprox. Altitude: Mendoza 746 metros.



Recomendações de roupas

  • Chapéu de abas largas.
  • 1 jaqueta corta vento.
  • Roupa quente (um suéter, uma blusa fleece, uma jaqueta).
  • Casaco ou jaqueta impermeável.
  • Roupa interior térmica (segunda pele).
  • Gorro e luvas de lã.
  • Saco de dormir quente (-10 graus). Não é necessário isolante térmico. Entre o chão e o saco de dormir vamos colocar as camadas de couro, tecido e pele de carneiro que fazem parte da montaria (a tradicional "cama gaúcha"), que servem como isolante e colchão.
  • 2 calças compridas folgadas. A calça indicada é a bombacha gaúcha ou calça militar, e se estiver frio colocar uma segunda pele térmica (tipo ceroulas). Não use jeans porque são duros e em baixa temperatura ficam gelados.
  • 2 camisas de manga comprida.
  • 3 a 6 pares de meias.
  • 2 camisetas.
  • Sapatos: 02 pares de tênis esportivos. Não use sapatos muito largos que possam enganchar nos estribos (podem-se usar botas de montaria, se você está acostumado).
  • Lenço para o pescoço.
  • Polainas para equitação (ou chaparreiras, se as tiver)
  • Lenço de pescoço.
  • Luvas para montaria, preferencialmente de couro (não excludente).
  • Um cobertor.

Equipamento Pessoal

  • Remédios individuais.
  • Carteira de identidade ou passaporte.
  • Uma garrafa plástica ou cantil. Considere-se que no total é necessário ter pelo menos 1,5 litros de água.
  • Lanterna e pilhas.
  • Óculos de sol. Colírio (para pessoas sensíveis ou alérgicas a poeira).
  • Filtro solar fator SPF 30 (mínimo), creme hidratante, protetor labial, pomada para possíveis assaduras.
  • Os itens de higiene pessoal (toalha média, sabonete, escova de dente, lenços humedecidos, etc.).
  • Máquina fotográfica com bateria extra.
  • Não traga relógio.


Se você tiver alguma dúvida, consulte-nos